Como lidar com o feedback negativo

Como lidar com o feedback negativo

Compartilhar

É claro que ninguém gosta de dar tampouco receber feedback negativo, mas em algum momento da carreira é necessário enfrentar tal situação. Por isso, o melhor conselho é estar preparado porque a verdade é que se aprende mais com um feedback negativo do que com um positivo. O feedback negativo nos mostra onde e como devemos melhorar; é de fato uma oportunidade de aprendizagem técnica e de crescimento pessoal. Para uma carreira em constante construção, isso é de extrema utilidade e pode ser determinante para a formação de um futuro profissional mais significativo e recompensador. 

 

Diante disso, a principal recomendação para lidar com um feedback negativo é não levar para o lado pessoal. A menos que fique evidente o contrário, o feedback será dirigido a algum ponto específico do seu trabalho ou do seu comportamento no ambiente de trabalho. É preciso partir do pressuposto de que o objetivo do feedback é melhorar algo que não está adequado, portanto, ele tem uma finalidade digna e importante. Assim, concentre-se em entender o que está sendo destacado no feedback, pois sem o devido entendimento, as ações de melhoria não poderão ser realizadas.

 

Para aumentar as chances de entendimento sobre o feedback negativo, é preciso ouvir com interesse genuíno o que está sendo dito e, se necessário, fazer perguntas para esclarecer. Não tenha vergonha ou receio de fazê-las! Encare este momento como uma oportunidade de troca e não somente como um canal de comunicação de apenas uma via, em que um fala e o outro apenas escuta. Procure dialogar sobre o que está sendo exposto, não no sentido de tentar remediar a situação ou oferecer explicações, porque isso não leva a nada, e sim com intuito de compreender o contexto ou fato específicos.

 

Após compreendido o conteúdo do feedback, é importante reservar um tempo para refletir sobre o que foi dito. Essa é aquela hora em que você poderá avaliar os pontos mencionados na conversa e identificar as áreas específicas em que você poderá fazer os ajustes e melhorias necessários. Sem esse tempo para refletir, não há tempo para a compreensão e sabemos que para se fazer mudanças profundas é necessário algum tempo. É claro que se for algo superficial, como melhorar o horário de chegada durante as reuniões, por exemplo, pode-se adaptar rapidamente; já outras mudanças levam mais tempo. 

 

Por fim, agradeça pelo feedback. Quando visto por essa perspectiva de melhoria, é fácil perceber que o feedback negativo tem um valor importantíssimo na construção profissional e aquilo que, em um primeiro momento, parece negativo, na realidade é construtivo e consequentemente positivo. Além disso, lembre-se que, se necessário, procure o apoio de colegas, mentores ou profissionais de recursos humanos para obter alguma orientação adicional ou para dialogar sobre algum ponto em específico. 

 

Postagens Recentes

Checklist para a entrevista

Checklist para a entrevista

27 de fevereiro de 2024
Somos destaque!

Somos destaque!

01 de fevereiro de 2024
Feirão de Vagas Mancha Verde

Feirão de Vagas Mancha Verde

24 de janeiro de 2024